4 de abril

Foil Surf vem com tudo em 2018

O surf do futuro chegou

foam roller foil surf

Foil Surf | Foto: Divulgação Cabrinha

 

O hydro foil é uma quilha específica que se caracteriza pela sua semelhança com um mini avião. Ao adquirir velocidade, o foil ergue totalmente a prancha d’água e apenas o “avião” mantém-se submerso.

foam roller foil surf 2

O havaiano Laird Hamilton é um dos pioneiros na modalidade | Foto: Divulgação

 

Para quem assiste, parece realmente que o surfista está voando sobre as ondas, ou, buscando uma analogia um pouco diferente, que ele está voando sobre o mar, surfando em cima de uma asa delta.

foam roller brasil foil

Novos parâmetros de evolução | Foto: Arquivo Pessoal

 

Vários esportes aquáticos já utilizam a tecnologia do foil para melhorar a performance de seus equipamentos, dentre eles os barcos a vela, como os catamarãs da America’s Cup (uma das regatas mais conceituadas do mundo).

foam roller foil surf

Kitefoil | Foto: Divulgação Cabrinha

 

Outra novidade é a classe Nacra 17 (que utilizará o foil nos próximos Jogos, em Tóquio 2020), além de esportes radicais como o surf, kitesurf, stand up paddle e windsurf. Muito embora não seja um novo esporte, é um novo aprendizado, ou seja, basicamente você precisa reaprender a surfar.

foam roller brasil foil

Perigo à vista | Foto: SUP Mag

 

Absorver na prática a mecânica do movimento, técnicas sobre onde posicionar os pés, como equilibrar o corpo e até como se proteger da asa na hora das quedas, afinal, ela é bem afiada e extremamente rígida.

Motivo que também pede cautela aos praticantes na hora de escolherem o local para surfar, afinal, a integridade física dos demais também vem em primeiro lugar.

Embora seja superdivertido, não é um equipamento que deva ser usado por um entusiasta despreparado.

Para começar, fique por dentro dos 10 Mandamentos do Foil.

foam roller foil surf elias seadi

Elias Seadi está viciado no foil | Foto: Mauro Paranhos

 

O gaúcho Elias Seadi, campeão brasileiro e sul-americano de windsurf em 2006, é um dos pioneiros do esporte no país.

“A sensação do foil é muito viciante, como voar em um planador. A modalidade se encaixa perfeitamente nos dias que não há condição de surf ou velejo. Porém, para os iniciantes, é preciso ter cuidados extras com a proteção, como o uso de coletes de impacto e capacete”, garante Elias.

foam roller elias seadi surf foil

Surfe mesmo quando não tiverem ondas | Foto: Mauro Paranhos

 

Em relação as dificuldades iniciais, ele afirma: “É importante não desistir no início, pois não é fácil e, às vezes, pode parecer até que é impossível. Mas depois de umas quatro ou cinco sessões você começa a surfar e se apaixonar. É só não desistir que você irá conseguir”.

foam roller foil surf elias seadi

Sorriso no rosto e cabeça feita | Foto: Mauro Paranhos

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
banner, Matérias

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *