19 de agosto

Bate-bola com Saulo Davi

Fisioterapeuta da ADC Intelli comenta os desafios e recompensas da profissão.

Fisioterapia a serviço do futsal | Fotos: Arquivo Pessoal

Fisioterapia a serviço do futsal | Fotos: Arquivo Pessoal

Saulo Davi é um fisioterapeuta apaixonado por seu trabalho. “A fisioterapia me cativou pelo princípio de trazer o bem a quem necessita. Ser fisioterapeuta é ‘acreditar no improvável’ e buscar, acima de qualquer esforço, o sorriso dos nossos pacientes”, afirma.

Atualmente, Saulo trabalha com a ADC Intelli, uma das equipes de futsal mais fortes do mundo. Para conhecer melhor os segredos da profissão e como ele enfrenta os desafios de uma liga esportiva tão competitiva, o convidamos para uma entrevista.

Qual motivo o levou a buscar especialização na área esportiva?
O esporte proporciona inúmeros desafios a cada temporada. Trabalhar como Fisioterapeuta Desportivo exige muita disciplina, trabalho e dedicação em cada reabilitação.

Ser Fisioterapeuta Desportivo é estar com um novo desafio a cada dia e uma nova história em cada lesão. É muito gratificante ajudar um atleta a brilhar e saber que todo esforço valeu a pena, sou muito feliz com minha profissão.

Você gosta de praticar esportes?
Sim, gosto de praticar alguns esportes. Na infância praticava judô, e, com o passar dos anos, ficava horas jogando futebol e futsal, porém, de forma recreacional.

Hoje, sou muito mais um espectador, um fã incondicional do esporte. Futsal, futebol e basquete (NBA) fazem parte da minha rotina de torcedor. É um mundo apaixonante!

Quais são os principais desafios para um fisioterapeuta que trabalha diretamente com o futsal?
O futsal brasileiro tem uma excelente Liga Nacional, tecnicamente a melhor do mundo. Apesar da imensa qualidade técnica do nosso futsal, a principal queixa das equipes está em um calendário defasado, desgastante e com alguns ginásios inadequados. Esses fatores, com toda certeza, tem total influência no aumento do número de lesões, afetando de maneira significativa o planejamento das equipes.

O Fisioterapeuta Desportivo, junto à equipe multidisciplinar, busca elaborar medidas preventivas que se adaptem as necessidades individuais dos atletas, diminuindo e abolindo as causas das lesões e tendo grande influência em momentos decisivos de todos campeonatos.

Quais as principais diferenças, dentro da sua profissão, entre trabalhar com futsal e futebol de campo?
Como experiência profissional, tive o privilégio de realizar intercâmbio no Santos (CEPRAF), uma das melhores estruturas esportivas do Brasil. Hoje, o futebol é a modalidade de melhor estrutura e investimento do esporte mundial. Trabalho com o futsal, na ADC Intelli, desde 2009, e durante esses anos eu enxergo um grande crescimento no esporte, desde o nível estrutural, até profissional.

Atualmente, temos ótimos profissionais e uma grande aceitação dos clubes na importância de uma boa estruturação física do departamento de reabilitação. Acredito que o futsal tem um imenso potencial de crescimento esportivo e espero contribuir com meu trabalho para esse crescimento, e tenho certeza que acontecerá.

Quais conselhos você daria para aquele atleta de final de semana que gosta de jogar futebol, com intuito de ajuda-lo a evitar lesões durante as partidas?

A atividade esportiva realizada de maneira regular é muito saudável para uma boa qualidade de vida. O futebol é a grande paixão esportiva dos brasileiros e prática-lo nos traz uma sensação muito prazerosa, porém, temos que ter alguns cuidados para que não sejamos acometidos por prejuízos.

É recomendando uma avaliação médica regular, com exames cardiológicos, clínicos e ortopédicos. O ‘atleta de final de semana’ precisa de uma boa preparação antes da bola rolar. Um bom alongamento, aquecimento moderado, hidratação durante a atividade e um leve alongamento após o treino são essenciais para uma rotina saudável no esporte.

Como o Foam Roller está sendo utilizado por você dentro do seu trabalho com os jogadores profissionais?
Em minha rotina de trabalho, durante a temporada, o Foam Roller é uma ferramenta essencial na prevenção de lesões e recuperação pós-esforço. Utilizo com meus atletas no pré-treino, pré-jogo; pós-treino e pós-jogo.

Quais as melhoras que você notou após a utilização do Foam Roller?
É notável a melhora! Com a utilização do Foam Roller constato melhora de flexibilidade, ativação neuromuscular, recuperação pós-treino e eliminação da dor muscular tardia.

E para os ‘atletas de final de semana’ você recomendaria também?
Sim, com toda a certeza. O Foam Roller será uma grande ferramenta a todos que praticam esportes. A auto liberação miofascial é uma técnica fantástica para a melhora de flexibilidade, força e alívio de dores após o esforço. Recomendadíssimo, ótimo!

Gostaria de deixar um recado para os leitores e a galera que acompanha seu trabalho?
Claro, com certeza. Quero agradecer a Foam Roller pela confiança ao meu trabalho, muito obrigado. É um grande prazer poder contribuir para a expansão do método ALM através do futsal. Esporte é saúde, vida e alegria. Que essa seja a rotina de vocês. Grande abraço!

Alegria em fazer o que ama | Fotos: Arquivo pessoal

Alegria em fazer o que ama

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
banner, Matérias

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *