21 de agosto

Anninha Martins e o Ballet Blend

Saiba mais sobre a trajetória da artista formada pela Royal Academy of Dance

foam roller s

Anninha Martins é formada em Dança pela Escola Artístico Cultural de Pirassununga, é bailarina certificada pela Royal Academy of Dance e possui formação em Pilates pela Physio Pilates. Também é graduada em Educação Física na Universidade Estadual Paulista (UNESP), com especialização em psicomotricidade motora na UNICAMP e pós-graduada em fisiologia do exercício pela Escola de Medicina da Universidade de São Paulo. Já atuou como bailarina no Balé da Cidade de São Paulo e na companhia de dança de Ismael Guiser. É professora de dança há mais de 20 anos e atualmente atua como personal trainer e professora do Estúdio Anacã.

Como você iniciou na dança?

A escola onde estudei, Escola Artístico Cultural de Pirassununga, tinha a formação em Dança, juntamente com outras matérias do ensino fundamental. Foi desta maneira que fui apresentada e me apaixonei pelo meio artístico.

Em que momento optou por seguir uma carreira profissional na dança?

Iniciei a minha carreira profissional na dança quando percebi que tinha talento e dom para a área artística. A minha missão, principalmente com os meus alunos, é fazer a diferença na vida deles e demonstrar como o balé e a prática da atividade física podem auxiliar tanto na vida pessoal, como na profissional.

Quais as maiores dificuldades e importância da certificação pela Royal Academy of Dance?

Primeiramente, sou do interior e, por isso, o custo para me deslocar até São Paulo para prestar os exames da Royal Academy of Dance foi muito alto. No entanto, é um método de suma importância para uma bailarina clássica, uma vez que alia a técnica prática com o conhecimento teórico da dança, ambos essenciais para a qualidade e a competência de um bailarino. E, a formação pela Royal Academy of Dance tem reconhecimento mundial.

De que maneira o Pilates e a dança se unem em prol à saúde?

Possuir certo conhecimento da prática do Pilates é importante para a dança, uma vez que auxilia no posicionamento corporal do bailarino. Também é uma atividade que proporciona o fortalecimento do abdômen, bem como desenvolve a consciência acerca dos princípios da dissociação dos grupos musculares – muito usado na dança.

Como você descreveria o método Ballet Blend?

O Ballet Blend é um método de dança que mescla os princípios do balé com a ginástica localizada coreografada. Um dos objetivos do método é estimular a prática Wellness, que apesar de englobar o condicionamento físico como segundo plano, trabalha outras perspectivas para que haja o equilíbrio entre a mente e o corpo do aluno, visando à qualidade de vida e o bem-estar.

Poderia nos falar sobre a aceitação do método Ballet Blend pelo público?

O método é uma oportunidade para mulheres que estão buscando cada vez mais opções de atividades físicas que prezem pela saúde mental e, não somente pelo condicionamento físico. Tudo começou quando tive a oportunidade de substituir uma antiga professora no Estúdio Anacã, mas a aula que lá era lecionada, era muito diferente da maneira como ministro as minhas. Foi assim que surgiu o Ballet Blend, um método que preza pelas aulas estruturadas e não circuitadas. A aceitação das alunas foi imediata e, atualmente, recebemos o convite para abrir novas turmas em São Paulo, capital, devido à procura do público. Ainda durante os meses de setembro ou outubro, vamos realizar o nosso primeiro curso de capacitação para a formação de novos professores. As aulas presenciais acontecem, até o momento, no Estúdio Anacã, em São Paulo. A marca também disponibiliza videoaulas em parceria com o Namu Cursos.

Qual a importância de estudar e buscar conhecimento na sua área de atuação?

Permanecer atualizada com as informações do mercado e ministrar aulas. A própria medicina está em constante pesquisa de novos processos e diagnósticos. Por isso, é importante buscar sempre o conhecimento para estar a par de suscetíveis lesões, tipo de patologias, etc. Ter o domínio da anatomia muscular e óssea, bem como as capacidades física e os tipos de treinamentos que são necessários para enriquecer as aulas do método Ballet Blend, mas também para disseminar esse conhecimento aos alunos.

Como você utiliza o Foam Roller Brasil nas suas atividades? 

No método Ballet Blend, utilizo o Foam Roller para finalizar as aulas e treinos, com o intuito de facilitar o alongamento aliado à flexibilidade. Como um dos principais benefícios, acredito que a massagem na fáscia do músculo possibilita sua hidratação, auxiliando a prevenção de lesões musculares e das articulações.

Poderia deixar um recado para as mulheres que sonham dançar?

Acreditar. O importante é estar em movimento sempre. Seja qual for a atividade ou o exercício que te proporcione prazer. Dança proporciona bem-estar físico e mental.

foam roller s2

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
banner, Matérias

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *