30 de agosto

Anderson Dorneles: Paixão pelo esporte

Profissional revela seu envolvimento com a fisioterapia, futebol, pilates e o Foam Roller.

Unindo paixões | Fotos: Arquivo pessoal

Unindo paixões | Fotos: Arquivo pessoal

Desde criança, Anderson Dorneles sempre foi apaixonado por esportes, em especial o futebol. “Comecei jogando com os amigos na rua onde morava. Tínhamos o campo de uma escola municipal em frente a minha casa. Por volta dos 12 anos, comecei a jogar entre os adultos (amigos e colegas de meu pai, que tinham um time de futsal). A partir daí, nunca me afastei da prática esportiva, tanto na escola, quanto no meio amador”, revela.

Conversamos com ele para entender melhor seu envolvimento com o esporte, fisioterapia, pilates e o Foam Roller.

Em qual momento da sua vida, decidiu que iria estudar fisioterapia?
Tentei jogar futebol na minha cidade, mas a acessibilidade e oportunidades eram pequenas na época. Sempre fui muito franzino e pelo excesso de atividade física, tive um problema no joelho (tendinite do tendão patelar no joelho direito). Sentia muitas dores no joelho e então fui orientado a fazer o tratamento fisioterapeutico. Devia ter 15, 16 anos e procurei um profissional em minha cidade. Acabei conhecendo a profissão, suas áreas de atuação e me encantei com a possibilidade de poder trabalhar com esporte dentro da fisioterapia. Quando concluí o ensino médio, pesquisei sobre cursos que tinha interesse e acabei optando pela fisioterapia.

A essa altura, já sabia que iria trabalhar com o esporte ou esse interesse surgiu ao longo do curso?
Desde o momento que escolhi cursar fisioterapia já tinha convicção que queria me especializar e trabalhar na área esportiva. Ao longo do curso até descobri afinidade por outras áreas da profissão, como a fisioterapia cardiorespiratória e intensiva, no entanto, a paixão falou mais alto e segui com objetivos no esporte.

Como nasceu seu envolvimento com o pilates?
Conheci o método Pilates ainda na graduação, durante um workshop de apresentação da técnica. Sinceramente, não foi “paixão a primeira vista”. Mais tarde, em 2009, um colega e amigo de São Paulo, que possuía uma empresa de cursos de formação em Pilates e uma rede de estúdios, me convidou para ser um dos sócios e representar a marca no Rio Grande do Sul. Fiz a primeira formação, abri meu estúdio em Porto Alegre e, a partir disso, também segui me especializando no método (mais cursos e workshops). Atualmente, ministro cursos de formação no Método Pilates em uma das maiores escolas do país, a Espaço Vida Pilates e sou completamente apaixonado pelo que faço. É muito bom poder trocar experiências com colegas de vários lugares do estado e até mesmo do país. Ensinar e aprender, ao mesmo tempo, é muito bom.

Você trabalhou com o Esporte Clube São José, de Porto Alegre. Acredita que o pilates tem muito a oferecer ao futebol?
Trabalhei no Esporte Clube São José durante o Campeonato Gaúcho de 2014. Foi uma ótima experiência, onde tentei implementar algumas ideias do Pilates no trabalho de prevenção e reabilitação dos atletas. Sem dúvidas, com a evolução do método, com o aumento das pesquisas científicas e a popularização da metodologia, a tendência é que os clubes de futebol abram cada vez mais espaço para o Pilates em suas estruturas. Na verdade, grandes clubes do exterior, como o Arsenal, Inter de Milão, Chelsea, e alguns grandes clubes do Brasil, já utilizam e possuem estúdios montados em seus centros de treinamento. Atletas de renome internacional utilizam o Pilates como forma de prevenção de lesões e também para potencializar seu desempenho físico. Na última Olimpíada, em Londres, o Dream Team Americano (Seleção de Basquete), montou uma estrutura onde atletas como Kobe Bryant praticavam Pilates. Esperamos que, cada vez mais, os clubes e atletas abram espaço para essa ferramenta no auxílio da preparação, prevenção e tratamento da saúde no esporte.

Em relação a utilização do Foam Roller, como ele auxilia os atletas profissionais da sua equipe?
Em grande parceria com a Foam Roller Brasil, começamos a utilizar os rolos com os atletas do grupo profissional e categorias de base do clube durante o Gauchão 2014. Inserimos a metodologia de auto liberação miofacial sempre após os treinos. Infelizmente, não conseguimos quantificar em dados o trabalho, mas de uma forma geral o feedback dos atletas foi muito positivo. Eles referiam uma grande sensação de relaxamento, diminuição da sensação de cansaço pós treino/jogo. O Gauchão se caracteriza por ser uma competição curta, de alta intensidade e exigência física, jogado em uma época do ano onde o calor e o desgaste físico são muito fortes. Também tínhamos uma peculiaridade, pois o gramado do estádio do clube era artificial, então havia uma alteração de piso entre uma partida e outra. Alguns atletas que relatavam dores musculares pós treino, relataram a diminuição dessa sensação após o início do uso do Foam Roller. Uma ferramenta muito importante e que tem tudo para ser cada vez mais usada dentro do futebol.

Você utiliza o Foam Roller nos seus cursos de formação de pilates?
Sim! Em uma parceria pioneira entre a Foam Roller e o Grupo Voll (grupo ao qual a Espaço Vida Pilates integra), começamos a apresentar o Foam Roller durante os cursos de formação em Pilates, com uma breve introdução sobre o que é a auto liberação miofacial e a utilização da ferramenta. O Foam Roller tem tudo a ver com o Pilates! Sem dúvidas, um casamento perfeito e que tem chamado a atenção dos alunos.

Acredita que o Foam Roller sirva apenas para esportistas profissionais ou para amadores também?
Na ausência de contra indicações, o Foam Roller deveria ser utilizado por todos os praticante de atividades físicas, sejam profissionais ou amadores! Uma ferramenta que auxilia muito no pré e pós treino.

Gostaria de deixar algum recado para os leitores sobre seus próximos cursos e atividades?
Deixo o convite a todos para conhecerem os cursos de Formação da Espaço Vida Pilates e todas as atividades realizadas pelo Grupo Voll. Também convido a todos os leitores e colegas fisioterapeutas para que visitem os meios de comunicação e conheçam mais a respeito da SONAFE (Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva). Estamos sempre realizando atividades, como reuniões científicas mensais, abordando temas relevantes da área, com entrada gratuita. Um grande abraço, saúde e sucesso a todos!

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
banner, Matérias

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *