22 de janeiro

10 Dicas para secar gordura com saúde

A nutricionista Júlia Fasolo ajuda você a manter a forma e o bem estar durante o verão.

Bateu a fome? Alimente-se com saúde

Bateu a fome? Alimente-se com saúde

Se descuidou um pouquinho e está afim de retomar a boa forma sem esquecer da saúde? Então você vai adorar as dicas da nutricionista Júlia Fasolo, que fez a gentileza de fornecer informações valiosas para você. Vamos lá!

1 – Os carboidratos são fonte básica de energia, porém na hora de secar gordura devem estar presentes em maior quantidade no café-da-manhã e na refeição pós-treino.

2 – Beba muita água ou chá gelado sem açúcar, principalmente entre as refeições. O chá de camomila ajuda a desinflamar o organismo, diminui a retenção hídrica e, ao mesmo tempo, é super hidratante.

3 – Permita que seu corpo queime energia! Não consuma nada que contenha calorias entre as refeições. Não mate a sede com sucos e sim com água! Liberar insulina nos momentos em que estamos queimando calorias irá impedir seu corpo de queimar gordura.

4 – Se for viajar, não deixe de se exercitar e cuidar da alimentação. Busque uma atividade para se manter ativo e locais que ofereçam alimentos saudáveis.

5 – Na beira da praia é melhor levar algo de casa para comer ou optar por sucos e sanduíches naturais, salada de frutas, milho verde e água de coco. Não peça frituras de bar.

6 – Escolha frutas com alto poder antioxidante, elas colaboram com o bronzeado e ajudam a combater os radicas livres, que são altamente produzidos na exposição ao sol. Laranja, mamão, manga e morango são alguns exemplos. Limão (fora do sol), moranga e abóbora cozidas também funcionam muito bem. Frutas oleaginosas ricas em gorduras mono e poliinsaturadas, como abacate e castanhas, podem ser utilizadas em refeições intermediárias e, nas quantias corretas, colaboram na queima da gordura abdominal.

7 – Coma carboidratos complexos de alta qualidade, ou seja, de baixo índice glicêmico, como aveia, batata doce, arroz integral e quinoa. Evite todas as farinhas brancas, arroz branco, etc. Quanto mais lentamente a glicose for absorvida, menor a probabilidade de “sobrar” energia no sangue e conseqüente depósito de gordura corporal.

8 – Intervalos entre refeições não devem ser menores que duas horas e meia, ou maiores que três horas e meia. Respeite o tempo de intervalo e busque ser mais regrado.

9 – Se expor ao sol é importante para a produção de vitamina D, que age também como um hormônio, e tem papel fundamental na produção de hormônios esteróides, além de facilitar a absorção e fixação do cálcio. O cálcio é muito importante, inclusive na queima de gordura e contração muscular. Porém, evite os horários de sol forte, entre 10h e 16h.

10 – Não treine de estômago vazio, precisamos de um mínimo de glicose circulante para aumentar a queima dos estoques de energia! Invista na sua refeição pós-treino com bastante proteína, carbo complexo e pouca gordura. Lembrando que as quantidades devem ser respeitadas de acordo com a intensidade e duração dos exercícios. Movimente-se ao máximo e não deixe as férias atrapalharem o esforço de um ano inteiro. Depois, é só aproveitar os seus resultados com muita energia, saúde e alegria!

Clique e confira as dicas da nutricionista Júlia Fasolo

Clique e confira mais dicas da nutricionista Júlia Fasolo

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
banner, Matérias

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *